17 de Agosto de 2011

Segurança e Saúde do trabalhador em primeiro lugar

COMPARTILHAR:

A Construtora Celi investe alto em segurança do trabalho e cuida da saúde e o bem estar do colaborador. Ciente da obrigatoriedade e conscientização da utilização dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), a empresa segue perfeitamente todas as normas de segurança para que os profissionais desenvolvam suas funções da melhor maneira possível. Segundo a Norma Regulamentadora NR6, EPI é todo dispositivo de uso individual que protege a integridade física do trabalhador em suas atividades. Em todas as obras da Celi, os profissionais seguem esse conceito rigorosamente e exercem suas funções devidamente uniformizados e com capacete, luvas, protetor auditivo, botas de borracha, óculos, cintos de segurança, avental, abafador, máscara, filtro solar e outros. “A função deles é proteger o colaborador, neutralizar um possível risco, evitar lesões ou minimizar sua gravidade, proteger o corpo contra os efeitos de substâncias tóxicas, etc”, afirma Thiago Costa, técnico de segurança atuante na obra do empreendimento Caminho dos Ventos, da Stanza. A Celi conta também a Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA) e o Sistema de Gestão Integrado (SGI) que contempla a gestão da qualidade, saúde, meio ambiente e segurança do trabalho. Outra iniciativa que faz a diferença é o Diálogo Diário de Segurança e Qualidade (DDSQ), realizado no início do expediente, em todas as obras. “A Celi investe em cursos de capacitação para os Técnicos em Segurança, visando que os mesmos sejam multiplicadores de conhecimento. A empresa tem por objetivo dar ao seu colaborador uma melhor condição de trabalho e melhoria da saúde e segurança, distribuindo os ‘EPI´s’ e também implantando os Equipamentos de Proteção Coletiva (EPC), visando a prevenção de acidentes e de doenças ocupacionais”, explica Thiago.  Pedreiros, mestres de obras, auxiliares, encarregados, marceneiros...todos recebem uma Ordem de Serviço com instruções de como utilizar e conservar os EPI’s e EPC’s, os cuidados que devem ser tomados na obra, noções de limpeza e todo o procedimento necessário para ter um dia-a-dia seguro. “O trabalhador recebe um treinamento sobre o uso adequado dos equipamentos. Isso gera a consciência e o resultado é visível. Nos DDSQ discutirmos sobre as normas de segurança, tiramos dúvidas, orientamos sobre os riscos da construção civil e abordamos diversos temas que auxiliam a vida do trabalhador dentro e fora do trabalho. No final, todos saem ganhando”, enfatiza o técnico de segurança.

Ícone de E-mail

Cadastre-se e receba dicas
e novidades Stanza